09/07/2015

自信教人信 (Jishinkyôninshin)



Esta é uma passagem da vida do Mestre Shinran ocorrida durante seu retorno à capital, após seu exílio em Echigo. Numa região chamada Sanuki (Província de Ibaraki), deparando-se com a extrema pobreza e sofrimento local, muito comovido, o Mestre resolve apelar para a prática das Mil Recitações do Sanbukkyô (Três Sutras da Terra Pura). Porém, logo ele percebe seu equívoco. Segundo uma das cartas de Eshin-ni, o Mestre fazendo um profundo exame de consciência, retratou-se ao perceber que ainda restava-lhe resquícios do Jiriki (Auto-Poder) que ainda persistiam-lhe no coração. Eshin-ni prossegue afirmando que Mestre Shinran baseava-se nas palavras de Zendô Daishi (Mestre Chan Tao - 613 a 681) contidas no “Ôjô Raisan”: Jishinkyôninshin: Crer e transmitir a fé nos Ensinamentos do Voto Original e do Tariki (Outro Poder), nisso consiste nossa retribuição pelas Graças concedidas pelo Buda.
Porém, após este episódio, o próprio Mestre Shinran concluiu o quanto ainda estava amarrado aos conceitos do Jiriki.
A questão aqui é se aqueles que encontraram-se com o Ensinamento do Voto de Amida, realmente receberam-no corretamente, pois somente assim o Ensinamento pode ser transmitido e estendido para todos. Para o Mestre Shinran, não é o Bonbu, nós seres profanos que transmitiremos os Ensinamentos da Grande Compaixão de Amida, o próprio Dharma da Grande Compaixão manifestando-se em forma de Méritos, é que por si só estende-se a todos os seres viventes. O que resta para nós, seres da Era Final é somente a prática do Monpô (Ouvir o Dharma), para assim manifestar-se o Shinjin (Fé Verdadeira) e alegrarmo-nos de coração.
Portanto, para o Mestre Shinran “Jishinkyôninshin” significa que confiando no Ensinamento do Nembutsu e tomando-o corretamente, ser-lhe-á concedida a Verdadeira Fé no Voto Original, que assim se transmitirá infinitamente sem impedimentos. Pois a concessão da Fé é atributo do Buda Amida, em sua infinita Compaixão por todos nós.

Sayuri Tyô Jun
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário